Durabilité, alternatives et sociétés

24NOVEMBRO 2014 - 23MARçO 2015
Madrid
Seminário

Coord. : Fabienne WATEAU (UMR 7186, LESC, Nanterre), Marie-Hélène BACQUE (LAVUE, Université Paris Ouest Nanterre La Défense), Agathe EUZEN (UMR 8134 (LATTS, Paris), Mónica TRUNINGER (Instituto de Ciências Sociais).
Org. : École des hautes études hispaniques et ibériques (Casa de Velázquez, Madrid), UMR 7186 (LESC, Nanterre), UMR 7218 (LAVUE/MOSAIQUE, Nanterre), UMR 8134 (LATTS, Paris), Instituto de Cienciais Sociais (ICS, Lisboa).
Coll. : CNRS INEE (Institut de l’écologie et de l’environnement), UMR 7186 (LESC, Nanterre), UMR 7218 (LAVUE/MOSAIQUE, Nanterre), Instituto de Ciências Sociais (ICS Lisboa), Universidade de Santiago de Compostela, Centro de Estudios Rurales y de Agricultura Internacional (CERAI), Sociedad Española de Agricultura Ecológica (SEAE).


Lieu de célébration :
Casa de Velázquez
C/ de Paul Guinard, 3
28040 Madrid

Présentation

Este seminário propõe-se reunir na Casa de Velásquez, em Madrid, professores-investigadores, investigadores e estudantes em torno da problemática vasta e actual da sustentabilidade, suscitada de forma recorrente por e nas sociedades contemporâneas, tanto no que diz respeito ao espaço rural como ao urbano. Este seminário inscreve-se na continuidade de um programa de investigação, levado a cabo entre a Universidade de Boston e a Universidade de Nanterre (MAE-Paris 10), sobre as estruturas de community organizing e que tem a particularidade de pensar na cidade, entre outras temáticas e modos de aplicação, o habitat alternativo e a agricultura alternativa.
Este seminário em Madrid seguirá o formato de uma série de jornadas de estudo durante um semestre com participantes inscritos para estimular o trabalho colectivo, com vista à possível criação de um projecto financiado em parceria com a Casa de Velásquez. Numa primeira fase, o objectivo consiste em aproximar instituições e universidades francesas, espanholas e portuguesas – e, mais tarde, dos EUA –, de modo a criar sinergias e identificar um determinado número de terrenos de pesquisa a explorar. Prevê-se que o seminário se estenda por dois anos: o primeiro ano confrontará os temas e os participantes, entre os quais se incluirão estudantes que se inscrevam nesta problemática; o segundo ano incluirá uma escola temática do CNRS (ou um Atelier em Madrid com a duração de 3 ou 4 dias), reunindo formadores e estudantes em torno das suas pesquisas e de uma bibliografia partilhada que será discutida, bem como de algumas personalidades científicas convidadas.
Os últimos anos assistiram ao florescer de diversas iniciativas cidadãs e de formas de organização colectiva ditas alternativas no quadro da gestão e do desenvolvimento dos territórios. A dimensão alternativa emerge ao mesmo tempo enquanto participação dos cidadãos e associações, por exemplo na construção de cidades e de jardins; e enquanto proposição extraída das políticas sustentáveis nas suas opções globais sobre o ambiente. Algumas destas iniciativas dizem assim respeito à auto-organização, ao empowerment ou à participação, outras à transição na produção e na gestão dos territórios ou à sustentabilidade. Em comum têm o facto de se inscreverem em estratégias concretas e pragmáticas que procuram transformar as práticas. O que é que as pessoas são capazes de inventar com vista à mudança? Como é que a mudança pode ou não ser feita a partir de dentro, pela iniciativa dos cidadãos, pelo seu poder de agir? No quadro ou não de um diálogo com as instituições? Qual é o papel dos indivíduos, mas também dos municípios e das regiões, face a imposições globais que se reflectem sobre o seu local? De um ponto de vista antropológico, de que forma é que o desenvolvimento sustentável é entendido, ouvido e até mesmo recuperado, ou não, pelas populações? São estas as questões que este seminário pretende abordar, articulando de forma inovadora projectos urbanos e projectos rurais.

Organização

O seminário consistirá num ciclo de três sessões a ter lugar à segunda-feira nos dias 24 de Novembro de 2014 e 26 de Janeiro e 23 de Março de 2015. Serão bem-vindas as intervenções dos investigadores ou dos estudantes de doutoramento e de pós-doutoramento inscritos.
As sessões alternam entre conferências de manhã e ateliês à tarde, durante os quais os participantes inscritos apresentarão os seus trabalhos. Um corpus de textos será disponibilizado numa página acessível aos participantes após a inscrição.

Condições de inscrição

A participação no seminário é gratuita mas está sujeita às seguintes condições:
- Os participantes devem-se comprometer a assistir às três sessões do seminário de modo a garantir a melhor qualidade da reflexão colectiva. O certificado de participação apenas será entregue àqueles que tenham participado em todas as sessões.
- A participação está limitada a 25 pessoas.

Os participantes receberão uma confirmação de inscrição. Pede-se às pessoas interessadas que preencham a ficha de inscrição antes do dia 2 de Novembro de 2014. As deslocações e o alojamento são da responsabilidade dos participantes. O almoço em cada um dos dias das sessões será oferecido aos participantes.

Para mais informações contactar Flora Lorente, secretária da EHEHI-Casa de Velázquez: ehehi@casadevelazquez.org

 

Programme

24 novembre 2014

10h-10h30
OUVERTURE

Michel BERTRAND
Directeur de la Casa de Velázquez

Marie-Hélène BACQUÉ, Agathe EUZEN, Mónica TRUNINGER, Fabienne WATEAU
Coordinatrices du séminaire

10h30-14h
DURABILITE, ALTERNATIVES ET SOCIETES : PROBLEMATIQUE, CONCEPTS, THEMATIQUES

Fabienne WATEAU
UMR 7186 (LESC, Nanterre)
Questionnements, objectifs et programme

Agathe EUZEN
UMR 8134 (LATTS, Paris)
Un développement durable pour quelles formes de durabilité ?

Marie-Hélène BACQUE
UMR 7218 (LAVUE/MOSAIQUE, Nanterre)
Alternatives en ville: les enjeux de la démocratie participative.

Mónica TRUNINGER
Instituto de Cîencias Sociais (ICS, Lisboa)
Consumption, Food and Practices: towards alternative reconfigurations?

16h-19h
ATELIER

Présentation des participants et de leurs travaux en cours
Premières bibliographies partagées

 

26 janvier 2015

10h-14h
HABITAT ALTERNATIF

Anne D’ORAZIO et Claire CARRIOU
UMR 7218 (LAVUE/MOSAIQUE, Paris)
Les alternatives dans la production et la gestion de l’habitat

Héloïse NEZ
Université de Tours (CITERES)
Le pouvoir d'agir des Indignés : le cas du réseau des droits sociaux de Carabanchel

Ismael BLANCO
Universitat Autónoma de Barcelona
Social innovation against urban segregation? Lessons from Catalonia (Spain)

16h-19h
ATELIER

Bibliographies commentées : Sylvère Tribout (Lavue) ; Anne d’Orazio (Lavue), Emilio Díaz (EPS Lugo-USC), João Mourato (ICS). Recherches en cours des étudiants : Jéremy Louis (Lavue), Mélodie Vidalain (Lesc), Derya Ozel (Lesc), Adrien Krauz (Lavue), Luis Junqueira (ICS)

 

23 mars 2015

10h-14h
AGRICULTURE ALTERNATIVE

Xan NEIRA
Universidade de Santiago de Compostela (Lugo)
La agroecologia en España

Monique POULOT
Université Paris Ouest Nanterre la Défense
Agriculture périurbaine

Carole BIEWENER
Simmons College (Boston)
Urban Agriculture in Boston:  What Alternatives at Play?

Beatriz SANTAMARINA
Universitat de Valencia
Crisis ecológica: de lo normativo a lo alternativo

16h-19h
ATELIERS

Bibliographies commentées : Marta Cardín (EPS Lugo -USC)
Recherches en cours des étudiants : Violaine Héritier (Lesc), Michel Guiguen (Lesc), étudiant de Monique Poulot.
Film : A cana de medir a água (Présentation Xan Neira)